ATRAVÉS DE UMA COMUNICAÇÃO RESPONSÁVEL É POSSÍVEL DESENVOLVER NOVOS HÁBITOS EM SEU PÚBLICO-ALVO E AJUDAR A CONSERVAR NOSSO PLANETA.

ECOPROPAGANDA

“É uma questão de disciplina”, o pequeno príncipe mais tarde me contou. “Assim que você tiver acabado de se arrumar pela manhã, você deve começar a cuidar do seu planeta.”

Antoine de Saint - Exupéry, em O Pequeno

Príncipe.

A falta de conhecimento sobre os danos causados ao meio ambiente e suas formas de prevenção acabam muitas vezes passando despercebidos pela população. A mudança de pequenos hábitos de vida e pequenas atitudes voltadas para a sustentabilidade podem gerar grandes resultados positivos para o mundo em relação ao meio ambiente e a qualidade de vida das presentes e futuras gerações.

Há uma importância muito grande em transformar tais interesses individuais em interesses coletivos.

A propaganda tem sido um instrumento de grande valor para diversas instituições reorganizarem a convivência no espaço ambiental, se manifestando em diversas formas de propaganda, seja de projetos de preservações ou de ações para evitar que o meio ambiente continue sendo prejudicado. Assim como os propagandistas tem um instrumento para comunicar, difundir, persuadir e disseminar suas idéias o propagandista ambiental tem esse poderoso instrumento para gerar um equilíbrio de recursos ecológicos e relacioná-los com a preservação do meio ambiente.

A ecopropaganda é uma das formas especializadas da propaganda, podendo ser utilizada de diferentes formas tais como; embalagens verdes, documentários em tevê, folhetos de papel reciclado, manifestos ambientais partidários, projetos de ecogerenciamento ambiental, ONGs etc.

O desafio da ecopropaganda é fazer com que as atitudes coletivas superem as de interesses individuais. Mudando hábitos e comportamentos, gerando assim atitudes mais coletivas para que haja um favorecimento à qualidade de vida grupal e ao desenvolvimento sustentável.

Para que a publicidade ambiental alcance bons resultados ela precisa tornar o assunto coletivo em um assunto de interesse pessoal, reconhecendo as diferenças existentes no compromisso ambiental das pessoas e se necessário transmitir a mensagem de uma maneira educativa.

O comunicador ambiental tem a capacidade de pensar a um longo prazo, podendo criar nas gerações futuras atitudes mais corretas e conscientes em relação às questões ambientais, e fazer com que a geração atual comece uma mudança consciente em relação às atitudes presentes em seu dia a dia para que haja uma conservação ambiental e uma qualidade de vida melhor tanto no presente como para as gerações futuras.

© 2016 Todos os direitos reservados a EM CASA Comunicação.

Siga a gente:

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon